RESUMO DAS NOVELAS

ATUALIZADO

O GLOBO - ULTIMAS NOTICIAS

14 de abr de 2012

CARTA REVELA FRIEZA DE SERIAL KILLER PARA MATAR GAYS E PROSTITUTAS

Através de uma carta denúncia, enviada ao delegado de Homicídios de Patos, Hugo Lucena, a Polícia Civil está desvendando diversos assassinatos ocorridos no município de Patos, Sertão paraibano, contra homossexuais e prostitutas. O policial continua preso e já foi indiciado.

O acusado pelos crimes é o cabo da Polícia Militar, José Jorlânio Nunes de Lima, 42 anos, lotado no 12º Batalhão de Catolé do Rocha, porém com atuação na cidade de São Bento e residente em Patos.

Na carta enviada à polícia, a testemunha relata que o acusado sempre voltava à cena do crime para averiguar a movimentação. Em um deles, a denunciante contou que o militar ´ria´ do fato.

Conforme informações de Hugo Lucena, responsável pelo inquérito policial, o cabo é acusado de vários homicídios, entre os quais, na maioria, estariam sendo praticados contra homossexuais e prostitutas. As investigações sobre os crimes se iniciaram em outubro do ano passado desde que foi divulgada, através da imprensa, uma suposta prática de homofobia na cidade de Patos.



Investigação

Ainda segundo o delegado, foi feito um levantamento junto aos travestis buscando identificar possíveis frequentadores da região do Campo da Buraqueira, local onde sempre ocorriam as mortes. Após colher depoimentos, a polícia conseguiu localizar um sobrevivente da tentativa de homicídio, vítima de José Jorlânio.

Hugo Lucena declarou que a ação do acusado pode ser considerada a de um serial killer, tendo em vista que ele agia de forma semelhante para eliminar as vítimas.


Fonte: Miséria
Blog da Força Tática


Copiar e não citar a fonte, além de má educação, é ilegal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PAINEL

vooz